Biblioteca – Teses e Dissertações

No Laboratório de Pesquisa em Comunicação do curso de Jornalismo do Centro Universitário Franciscano estão disponíveis mais de 50 teses e dissertações de diversos autores. Alunos e professores do curso podem comparecer ao Lapec (sala 403 do prédio 14) para solicitar a consulta e/ou retirada de materiais.

Teses disponíveis no Lapec:

ALBECHE, Daysi Lange. ANTES RIR DO QUE CHORAR: ANÁLISE DAS RELAÇÕES FAMILIARES E AFETIVAS EM A GRANDE FAMÍLIA. 2007. 184 f. Comunicação. Unisinos.

AMARAL, Márcia Franz. LUGARES DE FALA DO LEITOR NO DIÁRIO GAÚCHO. 2004. 158 f. Comunicação e Informação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

BRONOSKY, Marcelo Engel. (QUASE) TUDO SOBRE CONTROLE: ESTRATÉGIAS DE APROPRIAÇÃO DE MANUAIS DE REDAÇÃO POR JORNALISTAS EM PERIÓDICOS DIÁRIOS. 2008. 178 f. Comunicação. Unisinos.

CARVALHO, Cristiane Mafacioli. TEVÊ: INCURSÕES SOBRE O DISCURSO PEDAGÓGICO. 2004. 519 f. Comunicação. Unisinos.

CARVALHO, Helenice. COMUNICAÇÃO COM “VOZ” E “CARA”: ESTRATÉGIAS DE RELAÇÕES PÚBLICAS DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DE PORTO ALEGRE. 2003. 196 f. Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

DALMONTE, Edson Fernando. POSICIONAMENTO DISCURSIVO NO WEBJORNALISMO: TEMPORALIDADE, PARATEXTO, COMUNIDADES DE EXPERIÊNCIA E NOVOS DISPOSITIVOS DE ENUNCIAÇÃO. 2008. 230 f. Comunicação. Universidade Federal da Bahia.

DUTRA, Manuel José Sena. A REDESCOBERTA MIDIÁTICA DA AMAZÔNIA: SEDUTORAS REITERAÇÕES DOS DISCURSOS SOBRE A NATUREZA. 2003. 366 f. Altos Estudos Amazônicos. Universidade Federal do Pará.

ESCÓSSIA, Fernanda Melo. OPERAÇÃO RIO: O RITUAL DA GUERRA DO JORNALISMO. 1996. 238 f. Comunicação. Universidade do Rio de Janeiro.

FACCIN, Milton Julio. TERRITÓRIO DE IDENTIDADES: OS JORNAIS GAÚCHOS E A DEMARCAÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE REGIONAL. 2002. 196 f. Universidade Federal do RJ – Centro de Filosofia e Ciências Humanas.

FACCIM, Milton. OS CENÁRIOS DA COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA GAÚCHA (Capítulo 4). 119 – 420.

GASPARETTO, Paulo Roque. MIDIATIZAÇÃO DA RELIGIÃO: PROCESSOS MIDIÁTICOS E A CONSTRUÇÃO DE NOVAS COMUNIDADES DE PERTENCIMENTO. ESTUDO SOBRE A RECEPÇÃO DA TV CANÇÃO NOVA. 2008. 184 f. Comunicação. Unisinos.

GOMES, Geraldo da Silva. EM NOME DO PAI, DA CIDADE E DA IDENTIDADE: ESTRATÉGIAS MIDIÁTICAS DO PROCESSO DE GLOBALIZAÇÃO NO ESTADO DO TOCANTINS. 2004. 222 f. Comunicação. Unisinos.

GOUVEIA, Eliane Hojaij. IMAGENS FEMININAS: A REENGENHARIA DO FEMININO PENTECOSTAL NA TELEVISÃO. 1998. 198 f. Ciências Sociais. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

JANOTTI, Jeder Jr. HEAVY METAL E MÍDIAS: DAS COMUNIDADES DE SENTIDO AOS GRUPAMENTOS URBANOS. 2002. 369 f. Comunicação. Unisinos.

LARENTIS, Milton. CONFIANÇA MIDIÁTICA. 2008. 163 f. Comunicação. Unisinos.

LEITE, Sandra Nunes. AÇÃO COMUNICACIONAL DA QUITOSANA: O PERCURSO SOCIAL DA INOVAÇÃO. 2006. 233 f. Comunicação. Unisinos.

MARTINS, Sílvia Koch. RECEPÇÃO TELEVISIVA NA ADOLESCÊNCIA: EM EVIDÊNCIA O HUMOR. 2001. 290 f. Literatura. PUCRS.

MELO, Paula Reis. TENSÕES ENTRE FONTE E CAMPO JORNALÍSTICO: UM ESTUDO SOBRE O AFENDAMENTO MEDIÁTICO DO MST. 2008. 206 f. Comunicação. Unisinos.

MÜLLER, Karla Maria. MÍDIA E FRONTEIRA: JORNAIS LOCAIS EM URUGUAIANA – LIBRES E LIVRAMENTO – RIVERA. 2003. 350 f. Comunicação. Unisinos.

NANDI, Domingos Volney. MISSA CATÓDICA O (DES)ENCONTRO DE DUAS LÓGICAS NO PROCESSO DE MIDIATIZAÇÃO DA RITUALIDADE DA CELEBRAÇÃO EURARÍSTICA. 2005. 304 f. Comunicação. Universidade do vale do Rio dos sinos.

NANDI, Domingos Volney. RITO LITÚRGICO E RITO MIDIÁTICO. 2004. 263 f. (Trabalho apresentado para o Exame de Qualificação junto ao Programa de Pós-Graduação). Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

NETO, Casemiro Silva. CONCERTO EM SETE LETRAS: DE OUVIDO NA ENUNCIAÇÃO DA CBN, A RÁDIO QUE TOCA NOTÍCIA.  2001. 310 f. Comunicação e Cultura. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

OLIVEIRA, Amilton Gláucio. MIDIATIZAÇÃO DA ÉTICA NA TV: UM ESTUDO DE CASO DO REALITY SHOW BIG BROTHER BRASIL 3. 2005. 262 f. Comunicação. Unisinos.

OLIVEIRA FILHA, Elza Aparecida de. OLHARES SOBRE UMA COBERTURA: A ELEIÇÃO DE 2002 PARA O GOVERNO DO PARANÁ EM TRÊS JORNAIS LOCAIS. 2006. 318 f. Comunicação. Unisinos.

PERUZZOLO, Adair Caetano. A DIFERENÇA DO OLHAR. 2001. 116 f. Universidade Federal de Santa Maria.

RANGEL, Jair Guimarães. A QUALIFICAÇÃO DA VIOLÊNCIA NA TELEVISÃO: O EFEITO DE ONIPOTÊNCIA NO PROCESSO DE PERCEPÇÃO DA REALIDADE. 2000. 151 f. Comunicação e Cultura. Universidade Federal do RJ.

ROCHA, Sibila. A UNIVERSIDADE NA MÍDIA. A FALA ACADÊMICA NA VOZ DO JORNAL. 2004. 224 f. Comunicação. Unisinos.

SANFELICE, Gustavo Roese. OS ENQUADRAMENTOS DOS JORNAIS ZERO HORA E FOLHA DE SÃO PAULO NA COBERTURA DE DAIANE DOS SANTOS NOS JOGOS OLÍMPICOS DE ATENAS/2004: A MIDIATIZAÇÃO DO RESULTADO ESPORTIVO. 2007. 184 f. Comunicação. Unisinos.

SAPPER, Sady Macedo. CONSTRUÇÃO MIDIÁTICA DO RURAL: ENTRATÉGIAS DE AGENDAMENTO DE SENTIDOS DO CANAL RURAL. 2003. 200 f. Comunicação. Unisinos.

SOSTER, Demetrio de Azeredo. O JORNALISMO PARA ALÉM DE SEUS TERRITÓRIOS CONCEITUAIS: INTERNET, MIDIATIZAÇÃO, E A RECONFIGURAÇÃO DOS SENTIDOS MIDIÁTICOS. 2009. 183 f. Comunicação. Unisinos.

TESCHE, Adayr Mroginski. INTERPRETAÇÃO: RUPTURAS E CONTINUIDADES. 1997. 260 f. Pontífica Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

TRIGUEIRO, Osvaldo Meira. QUANDO A TELEVISÃO VIRA OUTRA COISA: AS ESTRATÉGIAS DE APROPRIAÇÃO DAS REDES DE COMUNICAÇÃO COTIDIANAS EM SÃO JOSÉ DE ESPINHARAS/PB. 2004. 224 f. Comunicação. Unisinos.

Dissertações disponíveis no Lapec:

ANTUNES, Scheila Espindola. O “PAÍS DO FUTEBOL NA COPA DO MUNDO”: ESTUDO DE RECEPÇÃO AO DISCURSO MIDIÁTICO-ESPORTIVO COM JOVENS ESCOLARES. 2007.142 f. Comunicação. UFSC.

AROUCHE, Ines Maria Pacheco. CONSTRUÇÃO SISCURSIVA: MÍDIA E RELIGIÃO EM DEBATE NA TV. 1999. 208 F. Linguística aplicada ao ensino médio de línguas. Pontífica universidade Católica de São Paulo.

BANDEIRA, Alexandre Dresch. INTERSECÇÃO DOS DISPOSITIVOS MIDIÁTICOS E RELIGIOSOS: A MIDIATIZAÇÃO COMO LÓGICA DO CONSUMO NA IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS. 2006. 171 f. Comunicação. Unisinos.

CASTRO, Cosette. TROPEÇANDO NO ESPELHO: UM ESTUDO DA COMUNICAÇÃO SINDICAL BANCÁRIA. 1997. Comunicação. PUC.

COUTO, Angélica Coronel. O DISCURSO CIDADÃO NO CAMPO DAS MÍDIAS: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE RBS NOTÍCIAS E JORNAL DA TVE 2ª EDIÇÃO. 2005. Comunicação. Unisinos.

FARIA, Ana Cláudia Loureiro. A SALVAÇÃO DO EU: REPRESENTAÇÕES DO ENVELHECIMENTO NOS ANÚNCIOS DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. 2006. Ciências Sociais. PUC-Rio.

FIEGENBAUM, Ricardo Zimmermann. MIDIATIZAÇÃO DO CAMPO RELIGIOSO E PROCESSOS DE PRODUÇÃO DE SENTIDO ANÁLISE DE UM CONFLITO ANUNCIADO.  2006. Comunicação. Unisinos.

FREITAS, Guaciara Barbosa. A CONSTRUÇÃO DA IMAGEM PÚBLICA DA CIDADE DE BELÉM NA PROPAGANDA DA PREFEITURA E DO GOVERNO DO ESTADO DO PARA. 2002. 101 f. Comunicação e Cultura Contemporâneas. Universidade Federal da Bahia.

HADLICH, Donaldo. AS IMAGENS FOTOGRÁFICAS NO DISCURSO DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO DAS FOTOGRAFIAS PRETO E BRANCO NA REVISTA VEJA. 2001. Comunicação. Unisinos.

HENN, Ronaldo César. FRONTEIRAS SISTÊMICAS DO JORNALISMO. 2000. 290 F. Comunicação. PUC.

MATTOS, Maria Ângela. O POPULAR NO ENSINO DE COMUNICAÇÃO: A TRAJETÓRIA DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA PUC-MG. 1992. Instituto Metodista de Ensino Superior.

MOURA, Maria Francisca Canovas. TELEJORNAL DOS 500 ANOS: FRAMES DE PROTESTO E VIOLÊNCIA. 2001. Comunicação. Processos midiáticos. Unisinos.

MÜLLER, Karla Maria. MEDIA E TECNOLOGIA: UM ESTUDO DOS VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO DIRIGIDA DE ENTIDADES DE CLASSE. 1997. Faculdade dos meios de comunicação social. PUC.

NOVAES, André Reyes. A ICONOGRAFIA DAS DROGAS ILÍCITAS NA IMPRENSA (1975-2002). 2005. UFRJ.

PETTA, Leneide Austrilino. PROCESSO DE MIDIATIZAÇÃO DO TURISMO EM ALAGOAS: UMA LEITURA DE COBERTURA JORNALÍSTICA. 2001. Universidade Federal de Alagoas.

PICCININ, Fabiana. DO OUTRO LADO DA TELA: AS APROPRIAÇÕES DO TELEJORNAL PELOS FUMICULTORES DE SANTA CRUZ. 2000. Universidade de Santa Cruz do Sul.

QUINTO, Maria Cláudia. IMAGENS DE MORTE DA MÍDIA IMPRESSA: O OLHAR DO FOTÓGRAFO. 2007. 170 f. Psicologia clínica. Pontífica Universidade Católica do Rio de Janeiro.

RODRIGUES, Lylian Caroline Maciel. A CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO EM DISPOSITIVOS MIDIÁTICOS: INVESTIGAÇÃO EM ESCOLAS PÚBLICAS. 2007. 237 f. Ciências da Comunicação. Processos Midiáticos. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

ROMÁN, Yasna Paola Valenzuela. RELAÇÃO SUJEITO/MÁQUINA DESAFIOS DA INTERATIVIDADE À NOÇÃO DE SUJEITO NA PSICOLOGIA. 1998. UFRJ.

ROSA, Rosane. PÍPULAS DE FARINHA: O CASO SCHERING DIANTE DAS ESTRATÉGIAS DISCURSIVAS JORNALÍSTICAS. 2000. Comunicação. Unisinos.

SAID, Gustavo Fortes. NÍVEIS, DURAÇÃO E TEMPOS NA LEITURA DE UM JORNAL: A FOLHA DE SÃO PAULO E A CONSTRUÇÃO HISTÓRICA DOS SAQUES A SUPERMERCADOS. 1998. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

SEIXAS, Netília Silva dos Anjos. A REPRESENTAÇÃO DISCURSIVAS DA QUESTÃO AGRÁRIA NA GRANDE IMPRENSA. 1996. Universidade Federal de Pernambuco.

SILVA, Carla Cristina Peixoto da. VOZES SOBRE ESCOMBROS: A CONSTRUÇÃO DO ACONTECIMENTO PALACE II DE PERSPECTIVAS DISCURSIVAS RADIOFÔNICAS: REDE CBN E RÁDIO GLOBO. 2001. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

TAVARES, Joana Brandão. CIBER-INFORMAÇÕES NATIVAS: UMA ANÁLISE DA CIRCULAÇÃO DA INFORMAÇÃO DOS CIBERMEIOS DE AUTORIA DE POVOS INDÍGENAS RESIDENTES NO TERRITÓRIO BRASILEIRO. 2013. Universidade Federal de Santa Catarina.

TORINO, Paulo Muccillo. RÁDIO EDUCATIVO: RELAÇÃO ENTRE LEGISLAÇÃO E PROGRAMAÇÃO, ESTUDO DAS EMISSORAS EDUCATIVAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE. 2001. Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s