Inscrições abertas para o 4º Prêmio Universitário de Jornalismo

premio de jornalismoComeçaram as inscrições para o 4º Prêmio Universitário de Jornalismo, do Centro Universitário Franciscano. Este é o momento para os alunos do curso de Jornalismo resgatarem as produções dos últimos dois semestres (2º semestre 2016 e 1º semestre 2017). O objetivo é avaliar, valorizar e premiar as produções desenvolvidas em atividades acadêmicas desenvolvidas em disciplinas ou laboratório do curso. O prêmio envolve oito categorias: Impresso, Audiovisual, Rádio, Fotografia, Assessoria de Comunicação, Digital, Pesquisa e Diversos.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 06 de novembro de 2017 através do site centralsul.org/premio. A confirmação da inscrição de cada trabalho será realizada com o pagamento da taxa de R$5,00, conforme determinado no regulamento. Os pagamentos serão recebidos nos dias 03 e 06 de novembro, sexta-feira e segunda-feira, entre 15h30 e 19h, na sala do Lapec (sala 403 do prédio 14). O regulamento, que explica como disponibilizar cada produção e os critérios avaliativos, pode ser consultado na página do prêmio.

 

Anúncios

Cadernos do Sobrado: reflexão e ampliação de conhecimento

O projeto de extensão “Cadernos do Sobrado”, que teve início no último mês de agosto, foi motivado pelas discussões feitas nos colóquios, realizados em maio de 2016 e maio de 2017. O projeto consiste no trabalho de elaboração e editoração de uma publicação impressa e online com material sobre Jornalismo. Foram realizados quatro colóquios, produzidos pela TV OVO, em conjunto com o curso de Jornalismo do Centro Universitário Franciscano e o Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria. O projeto é orientado pela professora Neli Mombelli, com co-orientação da professora Rosana Cabral Zucolo.

São realizadas reuniões semanais para tratar da publicação. Foto: Jéssica Marian – Laboratório de Fotografia e Memória/ UNIFRA

As quatro noites de colóquio realizadas  tiveram como convidados jornalistas e ativistas que são referência no contexto nacional, atuantes na Agência Pública de Jornalismo Investigativo, Jornalistas Livres, Rede Globo, Mídia Ninja e Zero Hora, além de jornalistas e documentaristas independentes. Os conhecimentos adquiridos e os tópicos debatidos serão transcritos para a publicação, a fim de ampliar o alcance das discussões, além de perpetuar seus conteúdos. Parte do objetivo do projeto também é coordenar a produção de outros textos que estarão na publicação, desenvolvendo um material com excelência a respeito do Jornalismo. “O interessante é que o curso se abre para questões que acontecem na cidade. Quando a gente traz um projeto aqui para dentro deixamos de fazer só o ‘arroz e feijão’, fazemos uma ponte com o que acontece na sociedade civil. Pesquisa é oxigenar o ambiente.  Oxigenar o que estamos acostumados a ver todos os dias”, destaca a professora Rosana.

Para os estudantes envolvidos na produção do Cadernos do Sobrado a experiência é uma forma de agregar conhecimentos diferentes do que haviam adquirido até o momento. O bolsista do projeto, Pedro Lenz Piegas, aponta para a possibilidade de estar mais próximo da realidade. O grupo também é composto por quatro voluntárias, as estudantes do curso de Jornalismo Bruna Milani, Tayná Lopes, Victória Debortoli e Larissa da Rosa.  “Me acrescenta uma nova linguagem, que eu não estou acostumada a utilizar, por ser diferente da linguagem de sala de aula. É mais um espaço para discutir questões que nos interessam, como jornalismo livre e independente”, declara Tayná. Estimular a participação dos alunos é um dos objetivos do projeto que estará em desenvolvimento até maio de 2018.