Professora cria site com dicas para alunos de comunicação

cropped-female-865110_1280

A jornalista e também professora Patrícia Paixão criouo blog Formando Focas, com o intuito de compartilhar suas experiências de mais de 15 anos atuando na área jornalística. Patrícia publica desde suas “neuras” até quando devemos ou não usar pontos finais.

Ela é formada pela Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), com mestrado pela mesma instituição. A profissional passou por empresas como Record, iG, Folha de S.Paulo e Dabra Editora. Além disso, atuou como assessora de imprensa e gerente de comunicação.

Confira o blog e aprenda mais sobre esta profissão tão importante nos dias atuais.

Comunicon 2015

webdoor_comunicon2015_espm

O Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas de Consumo da ESPM (PPGCOM-ESPM) abre inscrições para pesquisadores e alunos do campo da comunicação e áreas em comum para uma apresentação de trabalhos no 5º Encontro de Grupos de Trabalho de Pós-Graduação e 2º Encontro Binacional Brasil-Portugal em Comunicação e Consumo. O Encontro se realizará nos dias 5, 6 e 7 de outubro de 2015, – ESPM-SP.

As inscrições de envio dos trabalhos encerraram no dia 30 de junho, porém quem irá somente assistir poderá se inscrever até o dia 02 de outubro.

A programação do Congresso internacional em comunicação e consumo se encontra no site, junto a outras informações.

 

Confira as datas de TFG II

11350141_10204242557177343_58218383_n

Divulgadas as datas de TFG II. Atenção as bancas e apresentações:

SALA 601

HORÁRIO/

SALA

SEGUNDA-FEIRA 29/06 QUARTA-FEIRA 01/07 QUINTA-FEIRA 02/07 SEXTA-FEIRA 03/07
 

 

14h45

Acadêmico: Silvana Righi Leal

Trabalho: “Viva Voz- Especial Rita Lee: uma leitura analítico-descritiva sobre o programa televisivo”

 Banca

Orientador: Carlos Alberto Badke

– Membro 1: Glaíse Palma

– Membro 2: Patric Chagas

– Suplente: Neli Mombelli

 

Acadêmico:Mariana Pedrozo da Silva

Trabalho: “A Mulher Negra no Telejornalismo Gaúcho: percepções sobre gênero, raça e profissão”

Banca

– Orientador: Carlos Sanchotene

– Membro 1:

Glaíse Palma

– Membro 2:

Giane Escobar

 

Acadêmico:

Victor Kröning Corrêa

Trabalho: “Solto no tempo: As relações entre narrativa, tempo e montagem no filme Matadouro-Cinco”

 Banca

-Orientador: Neli Mombelli

– Membro 1:

Carlos Alberto Badke

– Membro 2: Alexandre Maccari

– Suplente: Glaíse Palma

Acadêmico:

Franciele Rodrigues Marques

Trabalho: “MMA no rádio: um estudo de caso dos programas Trocação Pura e Atlântida No Mundo das Lutas”

 Banca

– Orientador: Gilson Piber

– Membro 1: Maicon Elias Kroth

– Membro 2:

Maurício Dias

– Suplente: Sione Gomes

 

16h

Acadêmico:

Yasmin Lima Pacheco

Trabalho: “Caso Bernardo Boldrini: um estudo sobre as facetas discursivas apresentadas na cobertura do jornal O Diário De Santa Maria”

Banca

– Orientador: Morgana Machado

– Membro 1: Luciana Carvalho

– Membro 2: Glaíse Palma

– Suplente: Carlos Sanchotene

 

Acadêmico:Guilherme de Vargas Benaduce

Trabalho: “A fragmentação da personagem: as múltiplas identidades nos perfis da revista Trip”

Banca

Orientador: Sione Gomes

– Membro 1: Carlos Alberto Badke

– Membro 2:

Bibiano Girard

 

 Acadêmico:

João David de Quadros Martins

Trabalho:

“A Linha Fria do Horizonte:  a Identidade da Milonga e do Pampa”

Banca

– Orientador: Neli Mombelli

– Membro 1: Sione Gomes

– Membro 2: Gilson Piber

– Suplente: Carlos Alberto Badke

Acadêmico:

Rodrigo Lorenzi da Silva

Trabalho:

“Jornalismo Esportivo e Violência no Futebol: valores-notícia nas matérias do portal globoesporte.com”

Banca

– Orientador: Gilson Piber

– Membro 1: Maicon Elias Kroth

– Membro 2:

Morgana Machado

– Suplente: Iuri Lammel

 

 

 

 

17h15

Acadêmico:

Laura Ferrari Bacim

Trabalho: “Jornalismo policial: a rotina produtiva na editoria policial do jornal Diário de Santa Maria”

Banca

– Orientador: Glaíse Palma

– Membro 1: Carlos Sanchotene

– Membro 2: Sione Gomes

– Suplente: Áurea Fonseca

 

Acadêmico:

Tiéle Almeida Abreu

 Trabalho: “Crônica no Facebook: um estudo dos posts populares da fanpage de Fabrício Carpinejar”

Banca

– Orientador: Maurício Dias

– Membro 1: Sione Gomes

– Membro 2: Morgana Machado

– Suplente: Luciana Carvalho

 Acadêmico: Jenifer Lasch 

Trabalho:

“Novas leituras da beleza: um estudo sobre padrões de representação estética na Revista TPM”

Banca

-Orientador: Morgana Machado

– Membro 1: Carlos Alberto Badke

– Membro 2: Luciana Carvalho

– Suplente: Laura Fabrício

Acadêmico:

Yuri Bapstistella Nascimento

Trabalho: “Redes Sociais e Segunda Tela: o uso do Twitter pelo programa televisivo Bate Bola”

Banca

– Orientador: Iuri Lammel

– Membro 1: Luciana Carvalho

– Membro 2:

Maurício Dias

 

 

18h30

 

 

Acadêmico:

Karine Kinzel Gomes 

Trabalho: “Jornalismo Investigativo Independente e Pós-Industrial: o caso da Agência Pública”

Banca

-Orientador:

Iuri Lammel

– Membro 1: Maurício Dias

– Membro 2: Andreia Fontana

– Suplente: Luciana Carvalho

 

   

TV Cultura faz versão internacional do programa “Roda Viva”

roda-viva-internacional

Nesta semana, a TV Cultura de São Paulo passa a exibir o ‘Roda Viva Internacional’. Programa que pretende ir ao ar quinzenalmente nas quintas-feiras, às 23h30. O programa irá receber apenas personalidades de outros países, para isso, o bate-papo terá tradução simultânea para os convidados e integrantes da bancada e legendas para o telespectador.

No programa de estreia, a Cultura vai realizar entrevistas com a venezuelana Lilian Tintori, que é ativista dos direitos humanos no país e esposa do líder oposicionista Leopoldo López, que está preso pelo governo de Nicolás Maduro, na Venezuela.

Lilian falará sobre a situação de repressão política no país, a crise econômica, o abastecimento precário de alimentos e outros itens, a censura à imprensa e a necessidade dos venezuelanos receberem ajuda do Brasil e de outros países da América do Sul. No campo pessoal, a ativista conta como está criando os filhos com o pai preso e sem deixar de resistir ao autoritarismo.

Com a novidade, a reexibição do ‘Roda Viva’ versão nacional, que acontecia às quintas-feiras, passa para as quartas, às 3h30. A TV Cultura ainda não informou como ficará a grade de programação do canal nas quintas-feiras das semanas em que o ‘Roda Viva Internacioal’ não for ao ar.

11 pontos para proteger fontes jornalísticas na era digital

jornalismo-eradigital

É um estudo sobre a situação da proteção de fontes, feito em 121 países pelo Fórum Internacional de Editores para a UNESCO.

As estruturas jurídicas que protegem fontes confidenciais no jornalismo e que são indispensáveis para repassar informações de interesse público, estão sob pressão na era digital em todo o mundo. Está aparecendo uma necessidade de revisá-las e fortalecê-las – ou introduzi-las onde não existem, de acordo com o estudo Protegendo Fontes de Jornalismo na Era Digital.

Foi concluído que uma estrutura jurídica modelo deve:

1. Reconhecer o valor do interesse público da proteção de fontes com sua base legal de direito à liberdade de expressão (incluindo liberdade de imprensa) e à privacidade. Essas proteções também devem ser incorporadas à constituição do país;

2. Reconhecer que a proteção à fonte deve ser estendida a todas as ações jornalísticas e a todas as plataformas, serviços e meios (de armazenamento de dados e publicações) e que inclui os dados digitais e meta-dados;

3. Reconhecer que a proteção da fonte não implica o registro ou licenciamento dos praticantes de jornalismo;

4. Reconhecer o impacto potencialmente negativo sobre o jornalismo de interesse público e na sociedade de que informações relativas a fontes estejam sendo coletadas em gravações de dados em massa, rastreamento e armazenagem;

5. Afirmar que o Estado e atores corporativos (incluindo intermediários) que captam dados jornalísticos digitais devem tratar isso de maneira confidencial (avaliando também a conveniência do armazenamento e se a utilização de tais dados é consistente com o direito geral à privacidade);

6. Proteger a atividade jornalística da vigilância dirigida, retenção de dados e entrega de material ligado a fontes confidenciais;

7. Definir exceções a todos os expostos acima de forma muito restritiva, assim como preservar o princípio da proteção de fonte como norma e padrão efetivo;

8. Definir exceções em conformidade com os critérios de “necessidade” e “proporcionalidade” – em outras palavras, quando não existe a possibilidade de uma alternativa à divulgação, quando há maior interesse público na divulgação do que na proteção, e quando os termos e extensão de divulgação ainda preservarem a confidencialidade o tanto quanto possível;

9. Definir um processo judicial transparente e independente com possibilidade de recursos contra as exceções previstas em lei, e assegurar que os agentes de aplicação da lei e agentes judiciais sejam instruídos sobre os princípios envolvidos;

10. Criminalizar violações arbitrárias, não autorizadas e voluntárias da confidencialidade das fontes por terceiros;

11. Reconhecer que as leis de proteção da fonte podem ser reforçadas através da legislação complementar de denúncias anônimas.

Mais informações sobre o estudo no site da Abraji.

Jornalistas criam portal sobre meio ambiente e sustentabilidade

organics-news-brasil-site

Nesta semana comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente e em função disso, quatro jornalistas se uniram para colocar no ar o mais novo portal de notícias e análises sobre o meio ambiente e sustentabilidade.

O site Organics News Brasil, tem o slogan “estilo de viver sustentável” e foi Idealizado por Vera Moreira (editora-chefe), Helvio Borelli, Luiz Fernando Magliocca e Walter Santos, profissionais com décadas de carreira na comunicação.

O conteúdo que pretende ser publicado todos os dias será organizado em seis editorias. Além de abordar questões voltadas diretamente ao meio ambiente, o Organics News Brasil estará voltado a ‘Comportamento’, ‘Negócios Orgânicos’, ‘Saúde’, ‘Viagem & Cultura’ e ‘Vida Urbana’.

Além das matérias distribuídas entre as editorias, o novo portal contará com as publicações de perfis e entrevistas. Com cinco profissionais atuando na redação – os quatro sócios acompanhados da jornalista Ana Finatti – e mais duas estagiárias, o site promete ter produção multimídia.