Biblioteca – Teses e Dissertações

No Laboratório de Pesquisa em Comunicação do curso de Jornalismo do Centro Universitário Franciscano estão disponíveis mais de 50 teses e dissertações de diversos autores. Alunos e professores do curso podem comparecer ao Lapec (sala 403 do prédio 14) para solicitar a consulta e/ou retirada de materiais.

Teses disponíveis no Lapec:

ALBECHE, Daysi Lange. ANTES RIR DO QUE CHORAR: ANÁLISE DAS RELAÇÕES FAMILIARES E AFETIVAS EM A GRANDE FAMÍLIA. 2007. 184 f. Comunicação. Unisinos.

AMARAL, Márcia Franz. LUGARES DE FALA DO LEITOR NO DIÁRIO GAÚCHO. 2004. 158 f. Comunicação e Informação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

BRONOSKY, Marcelo Engel. (QUASE) TUDO SOBRE CONTROLE: ESTRATÉGIAS DE APROPRIAÇÃO DE MANUAIS DE REDAÇÃO POR JORNALISTAS EM PERIÓDICOS DIÁRIOS. 2008. 178 f. Comunicação. Unisinos.

CARVALHO, Cristiane Mafacioli. TEVÊ: INCURSÕES SOBRE O DISCURSO PEDAGÓGICO. 2004. 519 f. Comunicação. Unisinos.

CARVALHO, Helenice. COMUNICAÇÃO COM “VOZ” E “CARA”: ESTRATÉGIAS DE RELAÇÕES PÚBLICAS DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DE PORTO ALEGRE. 2003. 196 f. Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

DALMONTE, Edson Fernando. POSICIONAMENTO DISCURSIVO NO WEBJORNALISMO: TEMPORALIDADE, PARATEXTO, COMUNIDADES DE EXPERIÊNCIA E NOVOS DISPOSITIVOS DE ENUNCIAÇÃO. 2008. 230 f. Comunicação. Universidade Federal da Bahia.

DUTRA, Manuel José Sena. A REDESCOBERTA MIDIÁTICA DA AMAZÔNIA: SEDUTORAS REITERAÇÕES DOS DISCURSOS SOBRE A NATUREZA. 2003. 366 f. Altos Estudos Amazônicos. Universidade Federal do Pará.

ESCÓSSIA, Fernanda Melo. OPERAÇÃO RIO: O RITUAL DA GUERRA DO JORNALISMO. 1996. 238 f. Comunicação. Universidade do Rio de Janeiro.

FACCIN, Milton Julio. TERRITÓRIO DE IDENTIDADES: OS JORNAIS GAÚCHOS E A DEMARCAÇÃO DISCURSIVA DA IDENTIDADE REGIONAL. 2002. 196 f. Universidade Federal do RJ – Centro de Filosofia e Ciências Humanas.

FACCIM, Milton. OS CENÁRIOS DA COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA GAÚCHA (Capítulo 4). 119 – 420.

GASPARETTO, Paulo Roque. MIDIATIZAÇÃO DA RELIGIÃO: PROCESSOS MIDIÁTICOS E A CONSTRUÇÃO DE NOVAS COMUNIDADES DE PERTENCIMENTO. ESTUDO SOBRE A RECEPÇÃO DA TV CANÇÃO NOVA. 2008. 184 f. Comunicação. Unisinos.

GOMES, Geraldo da Silva. EM NOME DO PAI, DA CIDADE E DA IDENTIDADE: ESTRATÉGIAS MIDIÁTICAS DO PROCESSO DE GLOBALIZAÇÃO NO ESTADO DO TOCANTINS. 2004. 222 f. Comunicação. Unisinos.

GOUVEIA, Eliane Hojaij. IMAGENS FEMININAS: A REENGENHARIA DO FEMININO PENTECOSTAL NA TELEVISÃO. 1998. 198 f. Ciências Sociais. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

JANOTTI, Jeder Jr. HEAVY METAL E MÍDIAS: DAS COMUNIDADES DE SENTIDO AOS GRUPAMENTOS URBANOS. 2002. 369 f. Comunicação. Unisinos.

LARENTIS, Milton. CONFIANÇA MIDIÁTICA. 2008. 163 f. Comunicação. Unisinos.

LEITE, Sandra Nunes. AÇÃO COMUNICACIONAL DA QUITOSANA: O PERCURSO SOCIAL DA INOVAÇÃO. 2006. 233 f. Comunicação. Unisinos.

MARTINS, Sílvia Koch. RECEPÇÃO TELEVISIVA NA ADOLESCÊNCIA: EM EVIDÊNCIA O HUMOR. 2001. 290 f. Literatura. PUCRS.

MELO, Paula Reis. TENSÕES ENTRE FONTE E CAMPO JORNALÍSTICO: UM ESTUDO SOBRE O AFENDAMENTO MEDIÁTICO DO MST. 2008. 206 f. Comunicação. Unisinos.

MÜLLER, Karla Maria. MÍDIA E FRONTEIRA: JORNAIS LOCAIS EM URUGUAIANA – LIBRES E LIVRAMENTO – RIVERA. 2003. 350 f. Comunicação. Unisinos.

NANDI, Domingos Volney. MISSA CATÓDICA O (DES)ENCONTRO DE DUAS LÓGICAS NO PROCESSO DE MIDIATIZAÇÃO DA RITUALIDADE DA CELEBRAÇÃO EURARÍSTICA. 2005. 304 f. Comunicação. Universidade do vale do Rio dos sinos.

NANDI, Domingos Volney. RITO LITÚRGICO E RITO MIDIÁTICO. 2004. 263 f. (Trabalho apresentado para o Exame de Qualificação junto ao Programa de Pós-Graduação). Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

NETO, Casemiro Silva. CONCERTO EM SETE LETRAS: DE OUVIDO NA ENUNCIAÇÃO DA CBN, A RÁDIO QUE TOCA NOTÍCIA.  2001. 310 f. Comunicação e Cultura. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

OLIVEIRA, Amilton Gláucio. MIDIATIZAÇÃO DA ÉTICA NA TV: UM ESTUDO DE CASO DO REALITY SHOW BIG BROTHER BRASIL 3. 2005. 262 f. Comunicação. Unisinos.

OLIVEIRA FILHA, Elza Aparecida de. OLHARES SOBRE UMA COBERTURA: A ELEIÇÃO DE 2002 PARA O GOVERNO DO PARANÁ EM TRÊS JORNAIS LOCAIS. 2006. 318 f. Comunicação. Unisinos.

PERUZZOLO, Adair Caetano. A DIFERENÇA DO OLHAR. 2001. 116 f. Universidade Federal de Santa Maria.

RANGEL, Jair Guimarães. A QUALIFICAÇÃO DA VIOLÊNCIA NA TELEVISÃO: O EFEITO DE ONIPOTÊNCIA NO PROCESSO DE PERCEPÇÃO DA REALIDADE. 2000. 151 f. Comunicação e Cultura. Universidade Federal do RJ.

ROCHA, Sibila. A UNIVERSIDADE NA MÍDIA. A FALA ACADÊMICA NA VOZ DO JORNAL. 2004. 224 f. Comunicação. Unisinos.

SANFELICE, Gustavo Roese. OS ENQUADRAMENTOS DOS JORNAIS ZERO HORA E FOLHA DE SÃO PAULO NA COBERTURA DE DAIANE DOS SANTOS NOS JOGOS OLÍMPICOS DE ATENAS/2004: A MIDIATIZAÇÃO DO RESULTADO ESPORTIVO. 2007. 184 f. Comunicação. Unisinos.

SAPPER, Sady Macedo. CONSTRUÇÃO MIDIÁTICA DO RURAL: ENTRATÉGIAS DE AGENDAMENTO DE SENTIDOS DO CANAL RURAL. 2003. 200 f. Comunicação. Unisinos.

SOSTER, Demetrio de Azeredo. O JORNALISMO PARA ALÉM DE SEUS TERRITÓRIOS CONCEITUAIS: INTERNET, MIDIATIZAÇÃO, E A RECONFIGURAÇÃO DOS SENTIDOS MIDIÁTICOS. 2009. 183 f. Comunicação. Unisinos.

TESCHE, Adayr Mroginski. INTERPRETAÇÃO: RUPTURAS E CONTINUIDADES. 1997. 260 f. Pontífica Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

TRIGUEIRO, Osvaldo Meira. QUANDO A TELEVISÃO VIRA OUTRA COISA: AS ESTRATÉGIAS DE APROPRIAÇÃO DAS REDES DE COMUNICAÇÃO COTIDIANAS EM SÃO JOSÉ DE ESPINHARAS/PB. 2004. 224 f. Comunicação. Unisinos.

Dissertações disponíveis no Lapec:

ANTUNES, Scheila Espindola. O “PAÍS DO FUTEBOL NA COPA DO MUNDO”: ESTUDO DE RECEPÇÃO AO DISCURSO MIDIÁTICO-ESPORTIVO COM JOVENS ESCOLARES. 2007.142 f. Comunicação. UFSC.

AROUCHE, Ines Maria Pacheco. CONSTRUÇÃO SISCURSIVA: MÍDIA E RELIGIÃO EM DEBATE NA TV. 1999. 208 F. Linguística aplicada ao ensino médio de línguas. Pontífica universidade Católica de São Paulo.

BANDEIRA, Alexandre Dresch. INTERSECÇÃO DOS DISPOSITIVOS MIDIÁTICOS E RELIGIOSOS: A MIDIATIZAÇÃO COMO LÓGICA DO CONSUMO NA IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS. 2006. 171 f. Comunicação. Unisinos.

CASTRO, Cosette. TROPEÇANDO NO ESPELHO: UM ESTUDO DA COMUNICAÇÃO SINDICAL BANCÁRIA. 1997. Comunicação. PUC.

COUTO, Angélica Coronel. O DISCURSO CIDADÃO NO CAMPO DAS MÍDIAS: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE RBS NOTÍCIAS E JORNAL DA TVE 2ª EDIÇÃO. 2005. Comunicação. Unisinos.

FARIA, Ana Cláudia Loureiro. A SALVAÇÃO DO EU: REPRESENTAÇÕES DO ENVELHECIMENTO NOS ANÚNCIOS DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. 2006. Ciências Sociais. PUC-Rio.

FIEGENBAUM, Ricardo Zimmermann. MIDIATIZAÇÃO DO CAMPO RELIGIOSO E PROCESSOS DE PRODUÇÃO DE SENTIDO ANÁLISE DE UM CONFLITO ANUNCIADO.  2006. Comunicação. Unisinos.

FREITAS, Guaciara Barbosa. A CONSTRUÇÃO DA IMAGEM PÚBLICA DA CIDADE DE BELÉM NA PROPAGANDA DA PREFEITURA E DO GOVERNO DO ESTADO DO PARA. 2002. 101 f. Comunicação e Cultura Contemporâneas. Universidade Federal da Bahia.

HADLICH, Donaldo. AS IMAGENS FOTOGRÁFICAS NO DISCURSO DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO DAS FOTOGRAFIAS PRETO E BRANCO NA REVISTA VEJA. 2001. Comunicação. Unisinos.

HENN, Ronaldo César. FRONTEIRAS SISTÊMICAS DO JORNALISMO. 2000. 290 F. Comunicação. PUC.

MATTOS, Maria Ângela. O POPULAR NO ENSINO DE COMUNICAÇÃO: A TRAJETÓRIA DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA PUC-MG. 1992. Instituto Metodista de Ensino Superior.

MOURA, Maria Francisca Canovas. TELEJORNAL DOS 500 ANOS: FRAMES DE PROTESTO E VIOLÊNCIA. 2001. Comunicação. Processos midiáticos. Unisinos.

MÜLLER, Karla Maria. MEDIA E TECNOLOGIA: UM ESTUDO DOS VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO DIRIGIDA DE ENTIDADES DE CLASSE. 1997. Faculdade dos meios de comunicação social. PUC.

NOVAES, André Reyes. A ICONOGRAFIA DAS DROGAS ILÍCITAS NA IMPRENSA (1975-2002). 2005. UFRJ.

PETTA, Leneide Austrilino. PROCESSO DE MIDIATIZAÇÃO DO TURISMO EM ALAGOAS: UMA LEITURA DE COBERTURA JORNALÍSTICA. 2001. Universidade Federal de Alagoas.

PICCININ, Fabiana. DO OUTRO LADO DA TELA: AS APROPRIAÇÕES DO TELEJORNAL PELOS FUMICULTORES DE SANTA CRUZ. 2000. Universidade de Santa Cruz do Sul.

QUINTO, Maria Cláudia. IMAGENS DE MORTE DA MÍDIA IMPRESSA: O OLHAR DO FOTÓGRAFO. 2007. 170 f. Psicologia clínica. Pontífica Universidade Católica do Rio de Janeiro.

RODRIGUES, Lylian Caroline Maciel. A CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO EM DISPOSITIVOS MIDIÁTICOS: INVESTIGAÇÃO EM ESCOLAS PÚBLICAS. 2007. 237 f. Ciências da Comunicação. Processos Midiáticos. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

ROMÁN, Yasna Paola Valenzuela. RELAÇÃO SUJEITO/MÁQUINA DESAFIOS DA INTERATIVIDADE À NOÇÃO DE SUJEITO NA PSICOLOGIA. 1998. UFRJ.

ROSA, Rosane. PÍPULAS DE FARINHA: O CASO SCHERING DIANTE DAS ESTRATÉGIAS DISCURSIVAS JORNALÍSTICAS. 2000. Comunicação. Unisinos.

SAID, Gustavo Fortes. NÍVEIS, DURAÇÃO E TEMPOS NA LEITURA DE UM JORNAL: A FOLHA DE SÃO PAULO E A CONSTRUÇÃO HISTÓRICA DOS SAQUES A SUPERMERCADOS. 1998. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

SEIXAS, Netília Silva dos Anjos. A REPRESENTAÇÃO DISCURSIVAS DA QUESTÃO AGRÁRIA NA GRANDE IMPRENSA. 1996. Universidade Federal de Pernambuco.

SILVA, Carla Cristina Peixoto da. VOZES SOBRE ESCOMBROS: A CONSTRUÇÃO DO ACONTECIMENTO PALACE II DE PERSPECTIVAS DISCURSIVAS RADIOFÔNICAS: REDE CBN E RÁDIO GLOBO. 2001. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

TAVARES, Joana Brandão. CIBER-INFORMAÇÕES NATIVAS: UMA ANÁLISE DA CIRCULAÇÃO DA INFORMAÇÃO DOS CIBERMEIOS DE AUTORIA DE POVOS INDÍGENAS RESIDENTES NO TERRITÓRIO BRASILEIRO. 2013. Universidade Federal de Santa Catarina.

TORINO, Paulo Muccillo. RÁDIO EDUCATIVO: RELAÇÃO ENTRE LEGISLAÇÃO E PROGRAMAÇÃO, ESTUDO DAS EMISSORAS EDUCATIVAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE. 2001. Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Anúncios

Coleção de livros Estudo das Mídias

Os professores e alunos dos cursos de Publicidade e Propaganda e Jornalismo da UNIFRA reuniram os trabalhos científicos realizados em 5 edições da coleção Estudo das Mídias. Abaixo estão disponibilizados para download todos os livros publicados.

Livro 1- Estudos das Mídias: da produção ao consumo

Livro 2 – Estudos das Mídias: comunicação, cultura e consumo

Livro 3 – Estudos das Mídias: tecnologia, reconfigurações e convergências

Livro 4 – Estudos das Mídias: processos de interação comunicacional

Livro 5 – Estudos das Mídias: do relacionamento ao engajamento nas ambiencias midiatizadas